Poesia e Pints: o guia definitivo de tours por tavernas de Dublin

Com o PokerStars retornando à Irlanda para o próximo PokerStars Festival Dublin, os jogadores de poker têm outra chance de experimentar uma das paradas mais agradáveis ​​no circuito do torneio. Aqueles que fazem a viagem devem considerar chegar um pouco mais cedo ou planejar ficar um dia extra ou três para desfrutar um pouco da história e da beleza evidenciada em todos os quarteirões da "Fair City".

Poetry Lead Image_30Aug17-thumb-450xauto-323397.jpgSe você nunca esteve em Dublin, este é um lugar especialmente convidativo para os recém-chegados, com suas tradições e histórias narradas em seus edifícios, estátuas, catedrais e parques - e, claro, pelo próprio povo, que está entre os maiores contadores de histórias do mundo. A cidade pode ser facilmente conhecida a pé, e muito pode ser visto e experimentado no decorrer de um único dia passeando pelo centro da cidade, enquanto se vislumbra as luxuriantes colinas verdes que a cercam.

Uma ótima maneira de apreciar os encantos de Dublin e se divertir ao mesmo tempo é fazer um "tour pelas tavernas" e visitar alguns dos bares históricos da cidade para aprender sobre o passado enquanto aprecia o presente.

EPT Dublin_30Aug17-thumb-450x300-323389.jpgO European Poker Tour chegou em Dublin na sua primeira temporada, em 2004. Hendon Mobster Ram Vaswani foi o vencedor, levando € 93,000 para casa

Na verdade, você provavelmente não conseguiria chegar muito longe caminhando por Dublin sem encontrar inúmeras oportunidades para se refrescar ao longo do caminho. Como o personagem Leopold Bloom do romancista mais famoso de Dublin, James Joyce, ressaltou em Ulysses, um "bom quebra-cabeça seria atravessar Dublin sem passar por um pub".

Alguns calculam que existam mais de mil bares e pubs em Dublin - tanto no centro da cidade como nas áreas ao redor - o que significa uma infinita variedade e possibilidades de passeios por pubs. Aqui está um roteiro para se considerar, no qual sugerimos várias das paradas mais conhecidas e favoritas tanto de locais como dos turistas.

Partindo do point deste ano - o Regency Hotel, localizado no lado norte da cidade - uma rápida viagem de táxi levará você até a porta do famoso pub e restaurante John Kavanagh, mais conhecido como Gravediggers Bar (bar dos coveiros).

Atualmente administrado pela sexta geração da família Kavanagh, o pub abriu suas portas em 1833. Apenas um ano depois que o famoso Cemitério de Glasnevin chegou ao lado, famoso por sua aceitação precoce de todas as fés. Como você pode imaginar, aqueles que trabalhavam no cemitério encontraram no pub um local de descanso pós-trabalho bem-vindo, o que explica o nome pelo qual o pub é mais conhecido.

Você também pode desfrutar de uma refeição caseira no Gravediggers, como um "Irish stew" (assado irlandês) ou uma shepherd's pie (torta recheada com carne moída muito popular na região). Na verdade, muitos dos pubs de Dublin também oferecem comida, permitindo que você se nutra também com alimentos além de líquidos.

River Liffey_30Aug17-thumb-450x300-323391.jpgAtravesse o famoso rio Liffey para a margem sul para encontrar alguns dos melhores botecos de Dublin

De lá, há muitos lugares para onde você poderia ir, mas fazer uma viagem pelo rio Liffey até a margem sul o colocaria em um caminho pontilhado com muitos dos mais populares e famosos pubs de Dublin, um seguido do outro, como uma fileira de pints (medida do copo de chopp, que equivale a 500 ml) alinhados lado a lado.

A distinta e escura stout Guinness é a bebida que mais frequentemente enche esses copos, e se ela é uma de suas favoritas, a Guinness Storehouse é uma parada que vale a pena. Faça uma visita ao prédio de sete andares para aprender sobre a história da bebida mais famosa da Irlanda, e depois relaxe na cobertura no Gravity Bar, para se refrescar enquanto desfruta de uma vista espetacular da cidade.

BEER_30Aug17-thumb-450x300-323393.jpgCerveja! Gloriosa cerveja!

Dirigindo-se para o leste, você encontrará o The Brazen Head, oficialmente o mais antigo pub da Irlanda que remonta há mais de 800 anos. Cheio de bronze e iluminado por lampiões, o edifício contém inúmeras lembranças da história irlandesa. Há música, também e, algumas noites, são contadas histórias irlandesas. Dizem que Joyce frequentava o local de vez em quando, assim como o grande satirista Jonathan Swift há alguns séculos atrás.

Permanecer ao longo da margem sul do Liffey levará você para a área do Temple Bar, o bairro cultural de Dublin, onde ficam vários pubs que valem a pena experimentar, incluindo o Palace Bar, o favorito de jornalistas e escritores, e o Temple Bar Pub, que abriga uma atmosfera vibrante e o famoso "beer garden".

Caminhar cinco minutos ao sul te guiará até a porta do The Long Hall, outro dos mais antigos pubs da Irlanda. Localizado atrás do Castelo de Dublin, entrar neste pub é como fazer uma viagem no tempo, com um relógio de mais de 250 anos pendurado no centro apropriadamente ressaltando essa impressão.

Este bar comprido e estreito recebe o nome do salão adjacente onde as clientes mulheres eram atendidas separadamente há muito tempo atrás. A área é formalmente conhecida como "snug" (pequeno cômodo), e algo semelhante pode ser encontrado no John Kehoe, localizado a poucos quarteirões ao leste da rua Anne.

Os cômodos em Kehoe (como em outros pubs) são semelhantes aos cubículos onde as mulheres se sentavam separadamente e tocavam um sino para que o barman levasse suas bebidas. Essa segregação é, claro, algo que já está no passado, mas os pequenos cômodos permanecem para dar privacidade aos clientes que desejam, assim como as partições de madeira instaladas ao longo do bar (outra característica não incomum nos bares irlandeses).

Muitos dos pubs de Dublin apresentam música ao vivo, permitindo aos visitantes não só a oportunidade de experimentar o ambiente memorável de um dos típicos botecos da cidade, mas também de apreciar a arte de alguns dos melhores músicos da Irlanda.

Temple Bar_30Aug17-thumb-450x300-323395.jpgA área do Temple Bar é onde se deve ir para música ao vivo, atmosferas incríveis e verdadeira cultura irlandesa

Localizado a menos de 10 minutos a pé de Kehoe e perto do parque St. Stephen's Green na Merrion Street, o O'Donoghues, é uma parada recomendável para quem quer experimentar a autêntica e tradicional música irlandesa em espetáculos ao vivo de talentos, muitos dos quais tiveram suas apresentações eternizadas em fotos nas paredes do pub.

O The Dubliners e o Rattlin Strings estão entre os artistas que regularmente se apresentavam lá. Não se surpreenda também se a multidão se juntar para cantar, uma ocorrência freqüente.

A poucos metros de distância, em uma das ruas mais famosas de Dublin - Baggot Street - está outro pub historicamente significativo, o Doheny & Nesbitt. Há muito conhecido como um dos lugares favorito dos políticos, advogados e empresários, essa clientela o fez ganhar o apelido jocoso de "The Doheny & Nesbitt School of Economics" (Escola de Economia).

Logo ao lado fica mais um dos bares mais antigos e famosos de Dublin, o Toner's Pub, conhecido por ter sido largamente frequentado por grandes gênios literários como Patrick Kavanagh e Joyce, ambos retratados no letreiro de boas-vindas no lado de fora do pub.

Falando de escritores, o poeta e dramaturgo William Butler Yeats foi um gigante literário e vencedor de Prêmio Nobel, embora, ao contrário de outros escritores irlandeses, aparentemente não fosse tão entusiasta da cultura dos pub.

De acordo com uma história, o escritor Oliver St. John Gogarty - a inspiração para Buck Mulligan no Ulysses de Joyce (e homenageado por mais de um pub em Dublin) - uma vez acompanhou Yeats até o Toner depois que este manifestou uma certa curiosidade em ver se o lugar era tudo aquilo mesmo.

Depois de beber calmamente um copo de xerez e observar a folia, Yeats supostamente disse: "Eu vi o pub, agora, por favor, me leve para casa".

Caso este tenha sido o seu roteiro de "pub crawl" escolhido, talvez seja hora de ir também. Há inúmeras outras opções de tour por tavernas, é claro, incluindo vários temas a se destacar - por exemplo, um de música irlandesa tradicional, um literário, uma de fantasmas e muito mais. Basta verificar na internet ou pedir ajuda ao seu concierge.

"Eu bebo para manter o corpo e a alma separados", disse uma vez o grande poeta irlandês Seamus Heaney, assim como Yeats, também vencedor de um Prêmio Nobel.

Oscar Wilde, outro dos muitos gigantes literários da "Ilha Esmeralda", descreveu a tensão entre atender às necessidades físicas e metafísicas de uma maneira diferente e mais humorística: "O trabalho é a praga das classes bebedoras".

Em todo o caso, quando jogar em Dublin, que a sorte irlandesa o abrace (como eles dizem). Mas não esqueça que você pode se divertir longe das mesas também, se aventurando pelos bares para se deleitar com a calorosa hospitalidade e a rica história dos irlandeses.


First Deposit Bonus

Todos os jogadores que fizerem seu primeiro depósito estarão qualificados para o Bônus de Depósito PokerStars de 100% até US$600.

Arquivo