Uma breve história dos eSports

Os video games são um negócio sério e uma nova opção de carreira com altos ganhos para os melhores jogadores do mundo. Descubra como essa indústria crescente começou e o que você pode esperar dos eSports para 2018...

Como escolha de carreira, jogar video games é uma daquelas que a maioria dos pais zombaria. Mas o que vem a seguir pode fazê-los mudar de ideia. Os eSports, ou esportes eletrônicos, consistem hoje em uma indústria de bilhões de dólares que ameaça perturbar e competir com os esportes da vida real, com milhões de telespectadores em todo o mundo e uma grande audiência que está disposta a viajar e gastar dinheiro para assistir a seus heróis em ação. Os eSports ficaram tão grandes que agora você até mesmo pode fazer apostas em partidas.

O torneio de esporte eletrônico mais assistidos de todos os tempos aconteceu na Polônia no ano passado, quando o Intel Extreme Masters Katowice atraiu impressionantes 46 milhões de telespectadores ao redor do mundo (bem acima dos 34 milhões de 2016), com 173 mil espectadores ao vivo na Spodek Arena.

crowds.jpgUma multidão assistindo ao Intel Extreme Masters Katowice de 2013

Enquanto isso, o The International de 2017, realizado na Key Arena do Seattle Center, em Washington, esmigalhou o recorde mundial oficial da maior premiação de eSports. O sétimo Campeonato de Dota 2 da Valve deu incríveis US$ 24.787.916 em prêmios, sendo US$ 10.862.683 só para os vencedores do Team Liquid.

Se Team Liquid lhe soa familiar, é porque este era o time do ex-profissional do PokerStars Bertrand 'ElkY' Grospellier. Ele já tinha um histórico profissional nesse jogo antes de encontrar a fama com o poker, e agora está se destacando em ambos. Os eSports estão mesmo atraindo a atenção das lendas esportivas de grande porte. Outro profissional do PokerStars, André Akkari, juntou-se à estrela Ronaldo para comprar uma participação no time CNB e-Sports Club. E Alex Rodriguez, Shaquille O'Neal e Jimmy Rollins investiram no NRG eSports.

Se você ainda pensa que os video games são o reduto das crianças nerds em casa, você precisa se juntar a nós em uma viagem rápida pelo tempo.

De volta no tempo

Os eSports podem ser um conceito relativamente novo, mas o jogo competitivo sempre esteve por aí. Na verdade, o primeiro torneio de video games ocorreu há mais de 45 anos na Universidade de Stanford. O Intergalactic Spacewar! Olympics de 1972 atraiu 20 pessoas para jogar em equipes de cinco e eventos livres para todos. Os vencedores - Slim Tovar e Robert E. Maas (equipe) e Bruce Baumgart (solo) - receberam uma assinatura de um ano da revista Rolling Stone. (Você ainda pode jogar Spacewar! na máquina PDP-1 original no Museu da História do Computador em Mountain View, Califórnia, se estiver nas redondezas.)

Os jogos atingiram o grande público no final dos anos 70, mas, para a maioria das pessoas, tentar vencer a pontuação máxima foi o máximo de competitividade que isso envolveu. No entanto, apesar da logística, realizaram-se grandes torneios. O primeiro foi o Atari National Space Invaders Championship, que teve como vencedora Rebecca Heineman, em novembro de 1980.

Em 1981, Walter Day criou o Twin Galaxies, um banco de dados dos records de video games (ainda hoje uma fonte oficialmente reconhecida) e dois anos depois ele se tornou capitão do time do US National Video Game Team. Eles rodaram o país em um ônibus de 13 metros, lotado de fliperamas, desafiando a todos e instituindo disputas globais a serem jogadas nas embaixadas. A turnê culminou no torneio Video Game Masters de 1983, com os resultados indo parar no Livro dos Records Guinness de 1984.

Em 1988, um jogo pouco conhecido chamado Netrek abriria caminho para o futuro dos jogos online. Ele consistia em um jogo online de 16 jogadores que deveriam se enfrentar uns contra os outros no espaço, combinando elementos de estratégia em tempo real e tiros. À medida que a conectividade com a internet melhorou no início dos anos 90, mais e mais pessoas começaram a jogá-lo e, em 1993, a revista Wired o classificou como primeiro jogo de esportes online.

Dias modernos

O jogo competitivo ganhou ritmo na década de 90, iniciando com os Campeonatos Mundiais da Nintendo. A partir de 8 de março de 1990, o NWC visitou 30 estados nos EUA e no Canadá, com jogadores concorrentes em três faixas etárias. Eles jogaram com um cartucho personalizado no console NES (apenas 116 foram feitos e os colecionadores pagam muito por eles) que testou a coragem dos jogadores em Super Mario Bros, Rad Racer e Tetris.

Mas o torneio que foi dito ser o início dos eSports como os conhecemos hoje, foi o Red Annihilation de 1997 de Quake. Mais de 2 mil participantes jogaram uns contra os outros online em uma rede especial. Os 16 melhores foram levados para competir na E3 em uma arena no World Congress Center, onde Dennis 'Thresh' Fong venceu Tom 'Entropy' Kimzey e ganhou uma Ferrari 328 GTS que pertencera ao desenvolvedor de Quake, John Carmack.

dennis-thresh-fong.jpgDennis 'Thresh' Fong 'foi o vencedor do que é considerado o primeiro evento de eSports em 1997

Fong foi reconhecido como o primeiro jogador profissional do mundo e a ideia de ganhar a vida jogando começou a se disseminar entre gamers do mundo todo.

O World Cyber Games e a Electronic Sports League (agora ESL) foram lançados em 2000, com a Major League Gaming chegando em 2002. O divisor de águas veio nesse mesmo ano, com o lançamento do xBox Live trazendo o jogo online para consoles. O Halo 2 de 2004 foi o primeiro jogo a ser transmitido em TV aberta pela Major League Gaming.

halo.jpgHalo 2 foi o primeiro video game a ser transmitido na TV aberta nos EUA

Desde então, o crescimento dos eSports tem sido acelerado. Os patrocinadores levaram os torneios de pequenos salões para grandes centros de convenções e fizeram dos jogos uma lucrativa escolha de carreira. Os desenvolvedores perceberam o potencial e começaram a se envolver mais, o que levou a mais ganhos, melhores transmissões e valores de produção. A última peça do quebra-cabeça foi o surgimento da transmissão ao vivo através de plataformas como o Twitch, permitindo que jogadores em todo o mundo conseguissem uma renda estável sem ter que viajar e ganhar dinheiro em torneios.

intel-extreme-masters-1.jpgHora do jogo, baby!

Se tudo isso parece impressionante, se prepare. Apesar dos milhões de telespectadores e da receita esperada de bilhões de dólares para 2018, os eSports ainda estão crescendo e ainda não atingiram a população geral. Quando isso acontecer, os jogadores de hoje provavelmente serão verdadeiras estrelas esportivas do futuro.

Fique de olho no...

Intel Extreme Masters Katowice de 2018
2 a 4 de março, Spodek Arena, Katowice, Polônia

O IEM é enorme. Iniciado em 2006 pela ESL, é uma turnê global de jogos que está em sua 12ª temporada. As finais acontecem na Polônia em março, onde uma multidão fanática assistirá à melhor batalha do mundo de Counter-Strike: Global Offensive e StarCraft II - Legacy of the Void. Os ingressos estão disponíveis gratuitamente se você estiver disposto a ficar na fila pelos últimos lugares restantes, ou você pode pagar entre 60zł (cerca de R$ 56) para um passe diário e 4.000zł (cerca de R$ 3800) para um ingresso de três dias "Modo Deus" com assentos preferenciais e duas noites em um hotel de luxo. A final do ano passado em Katowice foi assistida por 173 mil fãs na arena e por 46 milhões de pessoas online.

Top 5 jogos de eSports (por valor do prêmio)

Dota 2 - US$133,122,261

Uma sequência autônoma do mod Dota (Defence of the Ancients) para Warcraft 3, Dota 2 é um jogo MOBA (multiplayer online battle arena, ou arena de batalha multijogador online) de cinco por cinco, cujo objetivo é destruir o 'Ancião' da outra equipe. É completamente gratuito e atrai regularmente mais de um milhão de jogadores simultâneos no Steam.

League of Legends - US$49,501,718

Outro jogo gratuito que foi inspirado por Dota, o LoL World Championship do ano passado teve uma premiação de US$ 4.946.970, com a equipe Samsung Galaxy ganhando a maior parte da bolada.

Counter-Strike: Global Offensive - US$47,768,762

O quarto da série de tiro em primeira pessoa Counter-Strike, que coloca duas equipes, terroristas e antiterroristas, uns contra os outros.

StarCraft II - US$25,355,066

Sequência do jogo original de estratégia em tempo real de 1998, StarCraft II: Wings of Liberty recentemente se tornou grátis para jogar, embora você ainda tenha que comprar o pacote de expansão Legacy of the Void.

Heroes of the Storm - US$11,961,532

O MOBA da Blizzard possui personagens de seus maiores títulos, como WarCraft, StarCraft e Diablo, bem como do novo jogo Overwatch. Blizzard o considera um "hero brawler" online.

Um para ficar atento: Overwatch

Overwatch é um jogo multijogador de tiro em primeira pessoa que arrecadou críticas favoráveis e agora está sendo impulsionado a se tornar um grande título de eSports, com uma liga e conjunto de equipes permanentes. A primeira temporada acaba de começar e terminará com play-offs e um fim de semana de all-star em julho. As equipes competirão por uma premiação de 3,5 milhões de dólares.


Kelvin Kerber foi o "Jogador da Etapa" no BSOP São Paulo, e se tornou o primeiro brasileiro garantido no PokerStars Players Championship:

First Deposit Bonus

Todos os jogadores que fizerem seu primeiro depósito estarão qualificados para o Bônus de Depósito PokerStars de 100% até US$600.

Arquivo